Sustentabilidade

Home

Responsabilidade Ambiental

Produtos Verdes

Buscamos incentivar o consumidor a tomar decisões conscientes de consumo.

Os resultados financeiros globais dos três setores de atuação da Philips – Cuidados com a Saúde, Iluminação e Produtos de Consumo e Estilo de Vida – demonstraram aumento significativo nas vendas de Produtos Verdes. Em 2009, a venda desses produtos cresceu 19%, o que representou uma participação de 30% na receita global da companhia – em 2008 foram 25% das vendas.

O número de Produtos Verdes cresce a cada ano na linha de produção da Philips. Todos são identificados com um Logo Verde da Philips com o objetivo de informar o consumidor e também motivar decisões conscientes de consumo.

Na área de Cuidados com a Saúde, a Philips tem uma longa tradição em oferecer produtos verdes, que reduzem os impactos ambientais, ajudando os hospitais a reduzirem o custo de energia. Um exemplo é a Ressonância Achieva, que reduz o consumo de energia em até 50%, dependendo das condições operacionais, e oferece 10% de redução de peso, além de uma potencial economia de R$ 150 mil em um período de oito anos se comparado a um produto tradicional. No Brasil, os números também se mostram positivos. Os Produtos Verdes representaram 7,74% no faturamento total da unidade local. O destaque fica para a área de Iluminação, que registrou 46% de vendas de Produtos Verdes, seguida de Cuidados com a Saúde, com 9,26%, e Consumo e Estilo de Vida, com 0,34%. Até 2012 queremos crescer 30% no faturamento de produtos verdes. Por aqui, o destaque fica para o ferro a vapor para passar roupas Philips EnergyCare com uma inovadora função, que garante 100% de potência de vapor para remoção de rugas e vincos e, ao mesmo tempo, economiza até 20% de energia, automaticamente.

Uma família de produtos ou um determinado produto que segue os critérios de EcoDesign recebe o Logo Verde. É como um atestado de que o produto cumpre com sua responsabilidade pela preservação do meio ambiente, após passar por procedimentos de verificação por uma terceira empresa.

Apenas os produtos aprovados em pelo menos uma Green Focal Areas e que mostram um desempenho ambiental melhor que seu antecessor ou seu concorrente similar podem ser considerados Produtos Verdes.